domingo, 24 de janeiro de 2016

Common scoter | Negrola | Negrón común

C 44-54 cm, ENV 70-84 cm

Recentemente numa das minhas saídas para observação de aves marinhas, quando vagueava pelos cais da Docapesca no Porto de Leixões,  reparei que na zona onde habitualmente se concentra um grupo de Corvos-marinhos (Phalacrocorax carbo) estava uma ave na água que não tinha silhueta de corvo. Levei os binóculos ao olhos e vi que se tratava de uma Negrola.
Embora estivesse muito longe, apontei-lhe a objectiva para lhe tirar algumas fotos. Curiosamente, de imediato ela se apercebeu que eu lhe estava a apontar o “canhão” e logo se pôs em fuga em direcção a alto-mar.
Embora as fotos não sejam de qualidade, resolvi partilhar esta observação.

Estatuto em Portugal Continental:
Invernante comum ocorre quase exclusivamente na faixa costeira Norte entre o Cabo da Roca  e a foz do Rio Douro.  

Distribuição Global:
Tem uma distribuição vasta no hemisfério norte. A subespécie europeia reproduz-se no Norte da Europa, estendendo-se do Norte da Escócia, Escandinávia até à Rússia.
Inverna ao largo das costas ocidentais da Europa central e do sul (Bird Life International/European Bird Census Council 2000). 

Tendência Populacional:
A nível europeu a espécie é considerada como não ameaçada, apresentando no entanto declínios populacionais nalguns países (Finlândia, Irlanda e Reino Unido)(BirdLife International/European Bird Census Council 2000).

Em Portugal tem apresentado declínio continuado da extensão de ocorrência, área de ocupação e do número de indivíduos maturos (ICNF).