quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

FAROÉ ISLANDS - Gulls

Ao longo do ano passado fui observando uma gaivota portadora de uma anilha com um "dattalogger".
Em vários dias tentei a aproximação no sentido de obter a leitura da anilha metálica que tinha na outra perna mas, ou porque a ave não permitia a aproximação, ou a anilha estava suja e elegível nunca foi possível concretizar a leitura completa da anilha.
Com os dados disponíveis, pedi ajuda a alguns amigos para tentar descobrir a sua origem mas todas as tentativas foram em vão.
No principio de Novembro passado pensei ter descoberto a proveniência do datalogger quando li uma publicação no blog do amigo António Gutierrez (Galiza) sobre uma gaivota originária da Islândia, portadora de um aparelho igual ao da gaivota que eu vinha observando.
Todavia, ao estabelecer a comparação das inscrições nas duas anilhas verifiquei que os caracteres não eram iguais e estavam em posição inversa.
Assim, mantinha-se a incógnita!...
Aquando da visita do Peter Rock no final do ano passado, voltamos a observar esta ave. Ele fez o registo desta observação e quando comunicou aos centros europeus de anilhagem o resultado das suas observações em Portugal, aproveitou para solicitar ajuda para descobrir a origem do datalogger.
Em 31 de Dezembro foi com alguma alegria que recebi informação do amigo Kjeld Tommy Pedersen (Dinamarca) sobre esta anilha.
Ele informou que esta ave pertence a um grupo de 13 aves anilhadas em 2014 nas Ilhas Faroé.
Estava desvendado o mistério!

Aqui ficam alguns elementos do histórico desta ave:

Espécie – Larus fuscus
Anilha metalica - 4F 3002
Anilhador - Bergur Olsen (Faroe Ringers Group)
Local e data da anilhagem - Gassádalur, Faroé Islands – 03.06.2014
Local da observação – Matosinhos, Portugal



10.12.2015

20.11.2015

05.01.2015

Distância de Gassádalur a Matosinhos = 2333 kms