quarta-feira, 6 de julho de 2016

Nature conservation

Conservação da Natureza

OSTRACEIRO - Haematopus ostralegus )


Hoje venho apelar a uma contribuição para a preservação das espécies.

Para quem faz observação de espécies marinhas é vulgar encontrar aves cobertas de crude, com asas partidas, anzóis e outros utensílios presos a si e uma ou até as duas patas amputadas...
Certamente que isso se deve principalmente a acidentes ocorridos nos ambientes atribulados onde elas se alimentam. Mas, também há ambientes calmos onde esses acidentes acontecem.
Um desses locais são as praias da nossa costa onde muitos de nós passamos o Verão com a família e onde se pratica entre outras actividades… a pesca!
Nas praias com rochas é normal, quando se pesca na maré-cheia, o anzol ficar preso no fundo. Passadas algumas tentativas para soltar o anzol a única solução é puxar até rebentar ficando lá o anzol e alguns metros de linha.
Então, quando for à praia na maré-baixa, repare se existe algum pedaço de linha nas rochas, retire-o e deposite-o no lixo.
Com esse simples gesto evitará por certo que alguma ave fique com ele preso nas patas como aconteceu ao Ostraceiro da foto.


A Natureza agradece!



|||